Beijús

A produção dos beijús, no Santo Antonio, é uma tradição antiga, sempre renovada.

Escreve De Sampaio no seu dicionaário “Alimentação sertaneja e do interior da Amazônia”:

Beijú ou bijú (sic!): Massa de mandioca, assada em forno de fazer farinha, geralmente usada para tomar com café, suco de frutas, etc.; assim, por exemplo, chama-se “paiauarú” o sumo de fruta com beijú. A. da Mata diz que os beijús, na Amazônia, são filhos de três espécies: o circular comum, o beijú membeca e o enrodilhado.

Santo Antonio produz diferentes tipos de beijús, entre os quais apresentamos os de mais fácil conservação.

Beiju mimoso: branco, levemente granulado, crocante e um pouco salgado, o beiju “mimoso” é o rei dos beijus da comunidade.

O beiju mimoso é feito a partir da tapioca, que, bem lavada, é passada num crivo bem fino e espalhada em cima do forno de torrar. Quando bem torrada, é dobrada. A melhor mandioca para realizar este beiju é a “tapioqueira”.

Beiju “Maria”: bem amarelo, fino, com formato de “lençinho”, o beiju “Maria” carrega em si ainda todo o perfume da massa da mandioca.

Faz o beiju “Maria” da massa da mandioca, bem lavada, temperada com sal, coada. Colocado em cima da folha da bananeira e escaldado no forno, é cortado e torrado. As vezes é acrescentada a castanha ralada. A mandioca mais apropriada para este beiju é a “redonda”, a “inambú” e a “tucumã”.

Beiju cica: Realmente o beiju cica de Santo Antonio, leve, bem torrado e perfumado, é um dos mais gostosos “cica” da região.

O beiju cica é feito da massa da mandioca, misturada com sal e bem prensada. Um punhado de massa é colocado na chapa do forno; é passada a mão com movimento circular e assim torrado. A mandioca mais apropriada para produzir este beiju é a pirarara e a abacatinha. O segredo dele é que a massa não é lavada e leva a tapioca e o tucupi.

Fontes:

  • O jeito de preparar os beijús é descrita pelas mulheres de Santo Antonio.
  • A. J. De Sampaio, Alimentação sertaneja e do interior da Amazônia. Onomástica da alimentação rural, Companhia Editora Nacional , São Paulo, 1944
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s